Visualizações de página do mês passado

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Sem Limite

Emoção sem limite
Os carros passando
Meu coração quer que grite
Mas vou me segurando

Os olhos se apertam
As marchas reduzem
Freiam e se acertam
A mim me seduzem

Queria ali estar
Freando e acelerando sem parar
Sem nada a me segurar

Sentindo a pura emoção
Entre carros velozes que sensação
Bate bem forte meu coração

Walter Derani
19/9/15
Circuit of The Americas

video

Um comentário:

  1. Meu amigo.
    Nunca mais pense em parar de escrever!!
    Gostei desse poema, nunca andei em alta velocidade, mas lendo me senti no fiatizinho andando a mais de 100 por hora...KKKK rsrsrs

    Forte abraço

    ResponderExcluir